Festa de atacantes na vitória do Vasco

Márcio Iannacca Márcio Iannacca Do GLOBOESPORTE.COM,
no Rio de Janeiro entre em contato

var midiaEmbed = { midiaId: 797357, autoStart: false }; var embed = new GMCEmbed(midiaEmbed); embed.print(); O Vasco começou a Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, com o pé direito. Com uma bela atuação de Edmundo, que marcou um gol e participou diretamente dos outros dois, o time da Colina venceu o Boavista por 4 a 0, em São Januário. Alex Teixeira, com um golaço, e Jean, duas vezes, completaram o placar (assista aos melhores lances do jogo no vídeo ao lado). O saldo de gols garantiu a liderança do Grupo B, com três pontos. No fim do jogo, a torcida ainda hostilizou o atacante Romário, próximo do acerto com o Flamengo.

Com o resultado, o Vasco conquistou os seus três primeiros pontos na Taça Rio. A equipe da Colina volta a campo no próximo sábado, quando vai enfrentar o Duque de Caxias, em São Januário. O time da Região dos Lagos vai pegar o Mesquita, no domingo, em Moça Bonita.

Edmundo marca, e Tiago faz milagre na etapa inicial
var midiaEmbed = { midiaId: 797397, autoStart: false }; var embed = new GMCEmbed(midiaEmbed); embed.print(); O time da Colina começou melhor, mas errava muitos passes e tinha dificuldade para chegar ao gol do Boavista. Até que aos nove minutos, Wagner Diniz recebeu ótimo passe de Morais e foi empurrado na área. Pênalti marcado pelo árbitro Luís Antônio Silva Santos. Apesar dos pedidos da torcida para o goleiro Tiago cobrar, Edmundo pegou a bola e não desperdiçou. Vasco 1 a 0. Na arquibancada, o grito não poderia ser outro: “Ah, é Edmundo!”.

Logo após o gol, o goleiro Tiago salvou o Vasco em duas oportunidades. Na primeira, aos 14, Bruno Moreno arriscou de longe e o camisa fez uma defesa milagrosa em seu ângulo esquerdo. No lance seguinte, aos 17, Rodrigo chutou para mais uma boa intervenção do jogador vascaíno.

Aos 29, Rodrigo bateu falta de canhota e Tiago fez outra boa defesa. O lance acordou o time vascaíno, que partiu para o ataque. Morais tocou para Amaral pelo lado direito. Curtindo uma de lateral, o volante encontrou Edmundo livre dentro da área. O Animal chutou de primeira e acertou o travessão do goleiro Erivélton. Quase o segundo. Não demorou para o camisa 1 do Vasco fazer um novo milagre. Aos 40, Flavinho chutou de esquerda e o goleiro fez uma belíssima defesa.

Jean incendeia a torcida e faz o seu
Alexandre Cassiano

Edmundo e Jean se entrosaram bem no segundo tempo da partida

O Boavista voltou melhor e teve duas chances de empatar a partida logo no começo da etapa final. Na primeira, aos sete, Rodrigo arriscou e Tiago fez boa defesa. Dois minutos depois, Vílson falha, Diogo se antecipou, mas errou a cabeçada. No lance seguinte, Calisto foi ao ataque e teve duas oportunidades de ampliar o placar. O primeiro chute foi em cima de Erivélson, que salvou o time da Região dos Lagos. O segundo, saiu por cima do gol do rival alviverde.

Aos 16, Wagner Diniz perdeu uma chance inacreditável. Edmundo deu um passe açucarado para o lateral-direito, que entrou livre na cara de Erivélton. No entanto, em vez de chutar, o jogador tocou para o meio da área e a zaga afastou o perigo. Aos 18, Jean entrou na vaga de Alan Kardec e incendiou os torcedores. Dois minutos depois, em sua primeira jogada na partida, ele passou por um zagueiro pela direita e chutou com força. A bola resvalou no ex-vascaíno Fábio Braz e entrou de mansinho: 2 a 0.

A partir do segundo gol, a partida ficou mais fácil para o Vasco e, aos 25, Alex Teixeira marcou um golaço. O meia aproveitou bom passe de Edmundo, entrou pelo lado esquerdo, ajeitou o corpo e tocou no canto superior esquerdo do goleiro Erivélton. Jean ainda fez o quarto, aproveitando cruzamento de Wagner Diniz. No fim, além da festa na Colina, vaias para o atacante Romário, que está prestes a fechar com o Flamengo, e palmas para Edmundo e Jean.

VASCO 4 x 0 BOAVISTA  
Tiago
Wagner Diniz
Vílson
Jorge Luiz
Calisto
Amaral
Xavier
(Andrade)
Morais
Edmundo
Alex Teixeira
(Matheus)
Alan Kardec
(Jean)
T: Alfredo Sampaio
Erivélton
Bruno Costa
Fábio Braz
Hélton
Flavinho
Bruno Moreno
Roberto Lopes
Esquerdinha
(Flávio Santos)
Faioli
(Fábio Saci)
Rodrigo
Diogo
(Arílson)
T: Edinho

Gols: Edmundo, aos dez minutos do primeiro tempo; Jean, aos 20 minutos, Alex Teixeira, aos 25 minutos, Jean, aos 46 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Vílson (Vasco); Rodrigo(Boavista)
Árbitro: Luís Antônio S. Santos (RJ)
Auxiliares: Marcos Tadeu Peniche Nunes (RJ) e Vinicius da Vitória Nascimento (RJ)
Data: 02/03/2008
Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 5.036 pagantes
Renda: R$ 49.980,00

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: