Travesti Declarou ter Feito um Programa com Ronaldo

Travesti André Luiz Albertino declarou ter feito um programa com Ronaldo

O travesti André Luiz Albertino, conhecido como Andréia Albertine, declarou à Folha, por telefone, ter feito um programa com Ronaldo. Ronaldo Nazário, atacante do Milan e campeão com a Seleção Brasileira nas Copas do Mundo de 1994 e 2002.

Andréia, que falou ter 21 anos, procurou a polícia do Rio alegando que o jogador -que a levou com outros dois travestis para um motel na Barra da Tijuca- lhe devia dinheiro. “Ele não pagou porque ficou com raiva das minhas outras duas amigas, que pegaram o dinheiro dele e foram embora.”

Folha – O que aconteceu nesta madrugada entre você e o Ronaldo?
Andréia Albertine – Ficamos juntos no hotel de domingo pra segunda, das 4h30 até as 9h30 -até a hora da confusão na portaria, quando até gravei um vídeo com meu celular, porque estavam tentando me tirar do jogo porque ele é rico, ele é o Ronaldinho e ele pode comprar até minha mãe contra mim. Ele parou [no ponto], eu nem reconheci. Abaixou um pouquinho o vidro e falou: “Entra, entra, entra”. Entrei, olhei pra cara dele e falei: “Gente, é o Ronaldinho! Tô passada”. Daí falei: “Mas, menino, você nem sabe quanto eu cobro”. E ele disse: “Relaxa, gata, dinheiro não é problema pra mim”.

Folha – Quanto você cobra?
Andréia – Oral é R$ 30, sexo no carro é R$ 50 e uma hora comigo é R$ 100. Mas ele não pagou porque ficou com raiva das minhas outras duas amigas [também travestis], que pegaram o dinheiro dele e saíram “voada”. Em vez de ir comprar [drogas com o dinheiro do atacante], elas foram embora. Ele pagou R$ 1.300 pra elas -R$ 300 pelo que elas tinham “dado” e mais R$ 1.000 pra irem buscar cocaína.

Folha – Ele estava nervoso?
Andréia – Não vou mentir. Dava pra ver que ele estava alterado de bebida, com um leve cheiro. Ele falou que deixou a namorada em casa e depois me pegou. Ele foi supereducado o tempo todo, foi fino, foi tranqüilo. Não agrediu, não fez nada. Foi só ativo com minhas amigas.

Folha – Então ele viu que eram travestis?
Andréia – Viu. Só eu que ele achou que era mulher, as outras duas ele viu que eram “trava”, “boneca”.

Folha – Ele pedia discrição? O que conversavam?
Andréia – Coisas normais. Daí, quando ele cheirou, começou a viajar. Dizia: “Pelo amor de Deus, vocês não vão aprontar pra cima de mim, não”. Eu falei: “Bebê, se você semear amor, vai colher amor. Agora, se você aprontar com a gente, a gente vai aprontar com você”. Só que ele aprontou comigo, que fui a mais boazinha, a mais boba.

Folha – A confusão começou a que hora?
Andréia – A partir das oito e pouco, quando eu voltei pro hotel. Elas [os outros dois travestis] já tinham ido embora e ele não queria me pagar.

Folha – Se elas já tinham ido embora, ele estava te esperando?
Andréia – Ele não estava me esperando, ele já estava indo embora. Quase que não pego ele. Graças a Deus, eu estava com o documento do carro dele [um Ford Fusion]. Mesmo que ele tivesse ido embora, eu tinha como provar que estava com ele, porque tô com o documento.

Folha – Por que você deixou a delegacia de polícia no meio do depoimento?
Andréia – Porque tentaram pegar meu celular para apagar [o vídeo], porque o Ronaldo é influente e poderoso. Que que eu fiz? Saí “voada”, por isso que eu fugi da delegacia.

ACOMPANHE MATÉRIA ANTERIOR: Após bate-boca com travestis, Ronaldo vai para delegacia no Rio

Materia Original no Blogão do Flamengo: http://blogaodoflamengo.wordpress.com/

Anúncios

No Responses Yet


  1. Obrigado.. Info agradável…

    Se Você Precisar de UM Blog, Tente Olhar “Leoxa.com”
    (Os Temas São Tão Atraentes)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: