Vasco e Náutico empatam em jogo que teve até gol de bicicleta

Com o resultado, pernambucanos seguem na zona da Libertadores. Cariocas permanecem em nono

Debaixo de muita chuva e com um campo muito ruim, Vasco e Náutico empataram em 1 a 1, no Arruda, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, neste sábado à noite. Em um jogo de tempos distintos, onde a etapa inicial foi marcada por escorregões e muitos passes errados, e o segundo por um gol de Edmundo e outro de bicicleta de Wellington, o placar ficou de bom tamanho. Valeu o ingresso para o torcedor que compareceu ao estádio pernambucano.

Com o resultado, o Vasco chegou aos oito pontos e ocupa a nona colocação no Brasileirão. Os pernambucanos estão na terceira posição, com 11. Na próxima rodada, o time carioca enfrenta o Palmeiras, em São Januário. O Náutico pega o Atlético-MG, em Recife. As duas partidas vão ser realizadas no domingo, dia 22.

Chuva marca o confronto no Arruda

A forte chuva que castigou a capital pernambucana prejudicou a partida no Arruda. Até os 17 minutos da etapa inicial, a partida foi marcada por passes errados, faltas grosseiras, escorregões e muitos chutes de fora da área, nenhum digno de registro. Aos 18, Edmundo deu o primeiro susto no goleiro Eduardo em uma cobrança de falta da intermediária. a bola passou rente ao travessão.

O Naútico manteve uma maior posse de bola, no entanto, o Vasco chegava com mais perigo. Aos 36, Edmundo recebeu livre na entrada da área, parou, pensou e chutou para fora. Um minuto depois, Vinícius cobrou escanteio na cabeça de Eduardo Luiz. O zagueiro escorou para Leandro Amaral, que chutou fraco nas mãos do goleiro do Timbu.

Após os dois lances do Vasco, o Náutico acordou e viu que precisava pressionar para chegar ao seu gol. Aos 42, Felipe entrou pelo lado esquerdo e chutou por cima do gol carioca. No último minuto da etapa inicial, o mesmo Felipe cabeceou para Vágner Silva na pequena área. O zagueiro acertou a trave.

Etapa final tem gol animal e de bicicleta

Na etapa final, o técnico Antônio Lopes apostou na entrada de Beto na vaga de Pablo, que já tinha cartão amarelo e está errando muito o tempo de bola, correndo o risco de ser expulso. A alteração surtiu efeito e, aos 8 minutos, o Vasco quase abriu o marcador. Beto tocou para Edmundo, que devolveu para o meia. Ele encontrou Leandro Amaral dentro da área, que dominou e foi travado no momento da finalização.

Aos 10, Vinícius cobrou escanteio e mais uma Leandro Amaral perdeu uma ótima chance de cabeça. No minuto seguinte, Wellington arriscou de fora da área e a bola passou rente o travessão de Tiago. Aos 14, já na pequena área, o mesmo Wellington perdeu uma excelente chance de marcar após cruzamento de Ruy. Lopes seguiu ousado e colocou o time da Colina para frente. Jean entrou na vaga de Vinícius.

O Náutico seguia com maior posse de bola, mas o Vasco assustava mais os rivais. Em uma bola roubada por Leandro Amaral, Edmundo encontrou Madson sozinho pelo lado esquerdo. O ala cruzou para Jean, que chutou em cima do goleiro Eduardo. Na sobra, o Animal chegou de carrinho dividindo com um rival para marcar o primeiro gol dos cariocas. Aos 27, Wellington perdeu um gol inacreditável da entrada da área.

O time pernambucano seguiu pressionando e foi premiado. Aos 27, Vágner Silva cruzou na marca do pênalti e Wellington, de bicicleta, marcou um golaço para o Náutico, empatando o confronto. Quatro minutos depois, Leandro Amaral perdeu um gol inacreditável na entrada da área. A partir daí, as duas equipes pouco assustaram os gols de Eduardo e Tiago.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: